O ano de 2013 foi de grandes mudanças e impactos sobre a humanidade, entre estes impactos o que paralisou o mundo com o medo que ter suas informações sigilosas nas mãos de pessoas não autorizadas, espionagem norte-americana.
Quando Edward Snowden, um ex-agente da CIA e o principal alvo das acusações de compartilhar informações sigilosas do governo do USA. Foi como se alguém jogasse uma bexiga cheia de água e corante em um ventilador no teto da sala mundo e com isso ninguém saiu bem na foto.
Tanto o mundo descobriu que compartilhava seu dia a dia, com os agentes da CIA e com outros não convidados a sua sala de estar, quarto, cozinha, copa e até mesmo no banheiro ninguém estava mais na privacidade.

Bem, então tudo como todos já conhecem bem a história! Então depois de pegarem os pertences de Snowden, depois de reuniões e mais reuniões, decidiram destruir os computadores do rapaz. Mas, destruir tanta peça que nem culpa tinha!

Continue lendo e verá algo meio assim sei lá…

O jornal The Guardian presenciaram uma cena meio que para quem entende de informática, algo que pareceu meio anti-tecnológico.
Assistam o vídeo abaixo e descubram por si só do que estou falando.


Observações

No vídeo que você acaba de assistir, você vê os caras mandando ver em detonar a máquina. Porem algo meio leigo. Ou seja para quem entende do assunto, destruir placa mãe, memória, placa de vídeo, placa lógica de HD, não tem informação alguma, a não ser dos fabricantes dos mesmos.
Todos nós sabemos que até onde temos acesso hoje, as informações, são sempre salvas em Disco Rígido, Pendrive, Cartão de memória, SSD e outros do gênero. Mas, nunca são salvas em outro tipo de hardware que é feito apenas para que todo o conjunto funcione de maneira orquestral .

Será que os caras do serviço inteligente britânico não sabiam disso? Ou talvez o computador de Snowden não era um qualquer que além de gravar as informações no disco rígido ou SSD do computador, ainda mantinha uma cópia de segurança no BIOS, placa mãe, memória, fonte de alimentação, LEDs informativos, cabos de dados e outros, até mesmo os parafusos eram de um material inteligente que poderia armazenar muita informação, tal como o DNA sintético.

via tecmundo

Compartilhe isto

Comentários

comentários
Todo comentário ofensivo, o usuário será banido sem aviso.