Symantec diz que crescimento de vírus do tipo ransomware é preocupante

Publicidade


Symantec diz que crescimento de vírus do tipo ransomware é preocupante

Os vírus do tipo ransomware (que bloqueiam alguma funcionalidade do usuário e pedem resgate) estão se multiplicando. De acordo com uma pesquisa da firma especializada em segurança online Symantec, estes malwares estão se tornando cada vez mais comuns em todo o mundo. Por isso, é importante tomar as precauções possíveis para evitar que seu computador seja infectado por estas pragas.

 

Vírus dizem que usuários estão realizando ações ilegais e precisam pagar por isso (Foto: Reprodução)

O relatório da Symantec, assinado por Gavin O’Gorman e Geoff McDonald, recebeu o título de “Ransomware: A Growing Menace” (em português “Ransomware: Uma Ameaça Crescente”). Disponibilizado em um arquivo PDF publicado no próprio site da companhia, o estudo destaca que o número de casos de computadores infectados por pragas deste tipo de 2012 é muito maior do que nos anos anteriores.

“O malware rende muito lucro, já que 2,9% dos usuários afetados perdem algum dinheiro com as farsas. Uma investigação mostrou que cerca de 68 mil computadores foram infectados em somente um mês, o que pode ter gerado prejuízo de cerca de US$ 400 mil (cerca de R$ 800 mil)”, diz a pesquisa.

Publicidade

Os vírus ransomware consistem em uma farsa que bloqueia um computador ou algum determinado recurso da máquina e utiliza supostos artíficios legais para dizer que este usuário contaminado precisa pagar por uma licença para seguir utilizando o PC. Dados de estimativas citadas no estudo apontam que, no total, em todo o mundo, quadrilhas que utilizam este artifício já movimentaram mais de US$ 5 milhões (aproximadamente R$ 10 milhões).

Ainda segundo o relátorio da Symantec, ao que tudo indica, uma única pessoal é a responsável por desenvolver todas as variações de ransomware e distribuí-las aos criminosos virtuais. No entanto, este hacker não foi identificado. Enquanto isso, as tentativas de infectar computadores com malwares deste tipo só aumentam. Outra investigação citada no estudo diz que encontrou um determinado Trojan que instala um ransomware nos PCs tentando invadir cerca de 500 mil máquinas em 18 dias.

Alguns casos, como o da praga russa que diz que o usuário cometeu crimes na Internet, e do vírus brasileiro que oferece licenças falsas do Windows, ganharam bastante repercussão e são exemplos da “popularização” do vírus.

Porém, não há motivos para se preocupar se você acabar pegando uma praga destas no seu computador ou laptop, segundo a Symantec. A empresa explica que basta realizar uma verificação com o seu software de antivírus para identificar o trojan responsável por instalar o ransomware. Mesmo assim, a própria Symantec dá dicas de como evitar ser contaminado pelo vírus e ensina a maneira ideal de remover o trojan.

 

Leia mais…

Publicidade
Compartilhe isto

Comentários

comentários
Todo comentário ofensivo, o usuário será banido sem aviso.