facebook

O Facebook consegue saber mais da sua vida do que você mesmo imagina. Afinal, conhecer suas informações para gerar links e sugerir páginas e produtos é uma das maneiras que a rede social tem para conseguir fazer mais dinheiro on-line. Mas você tem todo o direito de privacidade na rede social, basta seguir algumas dicas básicas.

Há várias maneiras de monitoramento dentro do Facebook e é altamente válido saber como bloqueá-las,  quando possível. Infelizmente, com o passar do tempo, está ficando cada vez mais difícil se desvencilhar deste sistema de rastreamento de informações, mas se você começou a se sentir incomodado e realmente prima por sua privacidade, basta seguir alguns passos simples para tê-la de volta.

Ao se conectar

Quantas vezes você se conectou ao Facebook e navegou por outros sites fora da rede, mas usando seu login? Muitos sites perguntam se você deseja entrar com o login do Facebook, e por praticidade, muitas pessoas fazem isso. Obviamente, o Facebook estará aprendendo um pouco mais sobre você e suas investidas na internet enquanto o utiliza para navegar lá fora. Se você deseja mais privacidade, navegue com outro login e evite usar o do Facebook antes de aceitar quase tudo que a internet o convida a fazer.

Outra maneira de rastreamento são os aplicativos. Muitos apps são excelentes e divertidos, mas também podem trazer sério desconforto. Aqueles joguinhos irritantes e alguns apps mestres na arte do spam são uma verdadeira pedra no sapato de quem deseja um pouco mais de sossego na rede.

Há várias formas de evitar essa enxurrada de aplicativos ‘pentelhando’ sua vida na rede social. Para não dizer que a mais fácil é simplesmente não utilizar nenhum, é melhor definir sua privacidade nas configurações do perfil. Até que você tranque sua privacidade a sete chaves, nunca saberá que tipo de informação os desenvolvedores estão coletando sobre você via apps que você ou até mesmo seus amigos instalaram.

Vá até o menu no topo direito do Facebook e escolha a opção ‘Configurações de Privacidade’ e depois vá até ‘Anúncios, aplicativos e sites’. Clique em ‘Editar Configurações’.

Privacidade no Facebook

Agora você pode escolher o tipo de informação que pode ser vista pelos aplicativos que seus amigos instalam. Se você não fizer ideia do que os desenvolvedores desejam saber de você, clique no botão ‘Editar Configurações’ da seção ‘Como as pessoas colocam suas informações nos aplicativos que usam’. Uma nova janela pop-up se abrirá, e o ideal é desmarcar todas as caixas.

Privacidade no Facebook

E se você se preocupa com seus parentes e amigos, ensine-os a fazer o mesmo!

Bloqueando rastreamento por cookies

Não é só o Facebook que tenta rastrear sua atividade on-line por meio de cookies. E o pior é que, depois de ter esses cookies no seu computador, sua atividade continua a ser monitorada até mesmo quando você não está logado na rede. Mas não se assuste: é possível evitar e bloquear os chamados ‘tracking cookies’ utilizando algumas ferramentas e complementos básicos para seu navegador, como o Do Not Track Plus, o Disconnect  ou o Ghostery.

Tracking Cookie Ghostery

Todas são ferramentas especializadas em manter sua privacidade diretamente pelo navegador. Verifique a compatibilidade dos add-ons com seu browser (geralmente, são compatíveis com Chrome, Safari, Firefox, Internet Explorer e Opera) e deixe que eles mesmos se encarreguem de bloquear cookies de rastreamento e outras formas de intromissão não permitidas.

Tomando o Ghostery como exemplo, você saberá exatamente quais elementos do site podem estar à procura de informações. E nas configurações, poderá bloquear os chamados “bugs”, presentes nos sites.

Privacidade -  Ghostery

Fugindo das coletas de dados por terceiros

Recentemente, o Facebook fez uma parceria com uma agência de coleta de dados chamada Datalogix para conseguir rastrear os hábitos de consumo de seus usuários, tanto on-line quanto off-line. Assim, os anunciantes começam a ter um feedback melhor de suas vendas, mas parece que essa atividade não ultrapassa as barreiras de privacidade dos usuários de forma tão agressiva.

Muitos grupos são contra essa prática no Facebook, mas ainda é cedo para determinar se, de fato, eles conseguirão parar esta forma de rastreamento por completo.

Para evitar este tipo de monitoramento, há duas opções: a primeira é ter certeza de que o e-mail que você usa no Facebook não é o mesmo utilizado para fazer compras on-line (pois é pelo e-mail que eles conseguem acompanhar nossos passos na rede social).

A segunda é fugir dos olhos da Datalogix. Para isso, vá até a página de privacidade  da empresa e, sob a opção “Choice”, tem um link de desligamento relacionado a todos os serviços prestados. Preencha o formulário para fazer o chamado ‘opt-out’ e desligar-se da Datalogix.

Você precisa inserir apenas algumas informações neste formulário, mas terá privacidade dentro de 30 dias. O processo é demorado, mas desligar-se de uma empresa que trabalha procurando seus dados pessoais na rede social faz tudo valer a pena.

Agora, a grande questão é se o Facebook está ou não planejando parcerias com outras empresas como a Datalogix em outros países. Se descobrirmos, teremos que preencher mais uma boa quantidade de formulários de desligamento. Seria muito mais fácil, para não dizer honesto, se o próprio Facebook nos oferecesse a opção de desligamento destas empresas de monitoramento.

Matéria completa: http://canaltech.com.br/dica/facebook/Privacidade-evite-que-o-Facebook-monitore-tudo-que-voce-faz-na-rede/#ixzz2B6irOlzy

Compartilhe isto