Agora é oficial: o Windows Live Messenger vai mesmo acabar no começo de 2013

O rumor estava no ar e tudo indicava que era quente. Se ainda havia dúvida, não há mais: a Microsoft realmente acabará com o Windows Live Messenger para focar todas as suas forças no Skype.

O post publicado no blog oficial do Skype decreta a morte do Windows Live Messenger, ainda muito conhecido por aqui pelo seu antigo nome, MSN Messenger, e dá a data (aproximada) do enterro: primeiro semestre de 2013. Haverá, porém, uma exceção: a China. Por lá o WLM continuará a existir.

No Skype 6.0, a Microsoft incorporou a Conta Microsoft. Isso significa que fazendo login com as credenciais do WLM, o programa conecta as duas e você tem acesso a todos os contatos do em breve extinto aplicativo. Basicamente todos os recursos que existiam continuam valendo — bate-papo por texto e áudio, vídeo chamadas —, além daqueles que só o Skype tem, como o envio de SMS e as ligações para telefones fixos e celulares (ambos recursos pagos).

A Microsoft encoraja a migração o quanto antes e até ensina como fazê-la nesse mesmo post. E está certa. A base de usuários do Windows Live Messenger em alguns países ainda é grande e não será fácil convencê-los a migrar para outro programa, ainda mais um totalmente diferente como o Skype. Se mesmo entre usuários mais entendidos não rola aquela empolgação, imagine a lindinha_16@hotmail.com que ainda usa Windows XP e está bem contente com o WLM desatualizado em umas três versões?

É o fim de uma era, meus amigos. Você já parou para pensar nisso? O MSN/Windows Live Messenger, o destruidor do ICQ e do IRC e, por muito tempo, o único contato social de muitos de nós via Internet, está prestes a encerrar a sua carreira, a acabar. Mesmo com aqueles winks horrorosos (jamais esqueceremos, jamais perdoaremos), descanse em paz. [Skype]

 

Mais informações

http://canalte.ch/S3DZ
http://canalte.ch/S3EN

Compartilhe isto

Comentários

comentários
Todo comentário ofensivo, o usuário será banido sem aviso.